domingo, 19 de abril de 2009

LANÇAMENTO DO CD DE JOSESSANDRO ANDRADE É SUCESSO- Foi o maior encontro de poetas e artistas que Sertânia já viu-



O lançamento do cd “O Canto de Casa”, do Poeta Josessandro Andrade, reuniu uma quantidade de artistas e de público jamais vista num evento poético-literário em Sertânia. A Rua das Tabocas, onde situa-se a Casa do Poeta, no boteco Ingericana, de Zé Mago, ficou lotada de carros estacionados e de gente que queria uma mesa para prestigiar o ato, que acabou se transformando num grande encontro de artistas, poetas e amigos de Josessandro Andrade.
Com o show “Água Fria de Alagoa de Baixo”,Josessandro Andrade, acompanhado do primo e artista Antônio Amaral, materializou o lançamento do cd “ o canto de casa” . no show, Josessandro declamou os poemas “o inverno” e “Pedro Brasil”, de Ulysses Lins, “ou A bolsa ou a vida”, de Waldemar Cordeiro, “a incompreensão”, de Alcides Lopes de Siqueira, “poema inacabado”, de Hamilton Rodrigues”, “concurso de poesia”, de Jairo Araújo e “Coração de poeta”, de Walmar e “Martutando por aí”, do próprio Josessandro, intercaladas por canções de Antônio Amaral, tais como Floração, mulher de invernia, cortinas matinais, Moxó tem Tó, Tacho de saudades, Xoteou saudades, consciência. Momentos especiais foram a aparticipação da declamadora Maria Eduarda, de 7 anos , filha do professor Guga Veras e do professor Luiz Wilson cantando cocos em homenagem a Pedro Brasil.
Também participaram do lançamento do Cd, se apresentando no palco os artistas Daniel Medeiros,Thiago Patriota, Rona Lopes, Calu Vital , Roberto Lopes, Jaílson Santana, Hippe Sanfoneiro, Zenilton, Felipe Morais, Abel Doceiro, Zé Luiz,( de Monteiro-PB), José Adalberto e Débora Monique(Itapetim-PE).
O “Canto de Casa” é um CD, que reúne o cancioneiro poético-musical de Sertânia, conhecida como cidade poetas e artistas, declamando poemas de Ulysses Lins, Alcides Lopes de Siqueira, Waldemar Cordeiro, Mozart Lopes de Siqueira,Marcos Cordeiro, Luiz Carlos Monteiro, Hamilton Rodrigues, Wilson Freire, Jairo Araújo, Alberto Oliveira,Walmar, entre outros, tendo como fundo musical composições de Antônio Amaral e artistas da MPB, soladas na rabeca e no violão pelo mencionado compositor e músico.Para o poeta Josessandro Andrade, o “canto de casa” é um projeto antigo, que começou a ser gravado em 2002, para resgatar e difundir a fertilidade poética da poesia da região. “ É um trabalho calcado nas raízes da terra”, afirma.

3 comentários:

"B"Góis...Benícia Góis disse...

Poeta sempre tive muito orgulho do povo da minha terra...E meu carinho por ti sempre foi algo que nunca escondi...Reveja algum comentário anterior e verá sempre que meu carinho e orgulho de ser sua amiga pessoal sempre foi dito...Parabéns, sempre e ainda continuo sentindo o mesmo carinho de sempre...Beijos Poeta amado!

Ps: adorei a foto.

Salomão Pernambucano disse...

Mais uma vez fica claramente demonstrado que é na liberdade que floresse a verdadeira arte, não a liberdade de falavam os utopistas,mas, a liberdade de reunir artistas livres, com livre expressão e jamais encobertos pela chapa branca dos poderosos de hoje, anônimos de amanhã. Parabéns Josessandro! Parabéns Sertãnia!

Djnaldo disse...

Esquerdinha!
Infelizmente devido ao corre-corre da vida, não pude fazer-me presente,mas, os comentários que me chegam, são os melhores possíveis.E não apenas pelo estafe reunido no evento e sim, principalmente pela qualidade da obra do Artista.
Parabéns, Sertânia.